EMBRIÃO DA GESTÃO NA CAPOEIRA

Mestre Bimba e Mestre PastinhaA Gestão na Capoeira Começou Ainda em Seus Primórdios

A Capoeira é uma manifestação por natureza anárquica pela forma em que foi criada. Talvez seja essa característica, somada ao vigor da herança africana, que valiosamente contribuiu com a cultura Brasileira, e o faz uma arte rebelde, irreverente e poeticamente empolgante.

Seus primeiros passos no aspecto da gestão começou ainda com seus criadores, os negros Africanos que chegaram ao Brasil no período da colonização Portuguesa, arrancados de suas pátrias e vergonhosamente escravizados. A criaram para utilizá-la como luta no momento preciso para sua defesa e para os instantes de folga para se divertirem, para relaxar do trabalho forçado, e das torturas que eram submetidos. Deu-se a ir os primeiros passos em sua organização, mesmo que inconsciente talvez.

Mas essa rebeldia também serviu para deixar a capoeira renegada a um processo de desorganização sistematiza durante séculos no Brasil. Por falta de mecanismo legal, por ausência de metodologias cientificas. As mudanças começaram acontecer de fato nos 30, através do seu grande reinventou, Manuel dos Reis Machado o Mestre Bimba.

Após algum tempo, Bimba começou a sentir que a "Capoeira Angola", que ele praticava e ensinou por um bom tempo, tinha se modificado, degenerou-se e passou a servir de "prato do dia" para "pseudocapoeiristas", que a utilizavam unicamente para exibições em praças e, por possuir um número reduzido de golpes, deixava muito a desejar, em termos de luta. Aproveitou-se então do "Batuque" e da "Angola" e criou o que ele chamou de "Capoeira Regional", uma luta baiana. Possuidor de grande inteligência, exímio praticante da "Capoeira Angola" e muito íntimo dos golpes do "Batuque", intimidade esta adquirida com seu pai, um mestre nesse esporte, foi fácil para Bimba, com seu gênio criativo, "descobrir a Regional".

Criada a Regional, Bimba deu, talvez, a sua maior contribuição à Capoeira: criou um método de ensino para esta, coisa que até então não existia. "O capoeirista aprendia de oitava", dizia o mestre. O que caracteriza a Capoeira Regional, é a sua "Seqüência de Ensino": Esta seqüência é uma série de exercícios físicos completos e organizados em um número de lições práticas e eficientes a fim de que o principiante em Capoeira, dentro do menor espaço de tempo possível, se convença do valor da luta, como um sistema de ataque e defesa.

Portanto, foi na época de vida do seu grande reinventou, que se deu inicio aos primeiros passos na organização metodológica da capoeira, num período em que ainda não se conhecia o conceito tão alardeado chamado hoje de gestão.


Artigo P. Gestão na Capoeira por Jose - Paulo Neto. Consultor Técnico do IL